Guia de Deck: Nami / Zoe (Combo Elusivo)

Com os nerfs emergenciais do mundial, alguns decks e arquétipos específicos desceram e subiram de poder. Nesse primeiro artigo, tentarei dissecar e explicar o deck que me ajudou a atingir o mestre e chegar ao rank 1 da fila das américas em apenas um dia, Nami / Zoe.


Nami / Zoe - Yangzera

Águas de Sentina
Monte Targon
0
1
2
3
4
5
6
7+
29 600
champion
6
epic
6
rare
8
common
20
Campeões
6

1

Zoe

x3

3

Nami

x3

Seguidores
9

2

Brilhoboleta

x3

5

Almirante Shelly

x3

6

Bolheixe Ondulante

x3

Feitiços
25

1

Presentes do Além

x3

1

Roubo Arcano

x3

2

Cascata Lívida

x3

2

Chuva de Disparos

x2

2

Escolha uma Carta

x1

2

Todos Alinhados

x2

2

Toque Conselheiro

x3

2

Vigor Solar

x3

3

Encrenca em Dobro

x3

3

Quietude

x1

4

Proteção Astral

x1

28 de setembro de 2021
runescola.com.br

Explicando a premissa do deck

O deck de Nami / Zoe é feito na ideia de flipar a Nami o mais rápido possível e começar a abusar do seu efeito quando evoluída, principalmente buffando unidades elusivas para uma vitória rápida e pouco interativa com o oponente (parecida com o Fizz / Twisted Fate, mas ainda assim um pouco diferente). Para tal, usamos algumas cartas um pouco menos poderosas num vácuo a fim de aumentar a consistência da Nami, como Encrenca em Dobro e Todos Alinhados.

As escolhas: carta por carta

3x Presentes do Além: Este feitiço atua por dois caminhos: um ativador de uma mana para a Nami no turno 4, bem como serem duas feitiços em um, funcionando bem com a Almirante Shelly e a Zoe.

3x Roubo Arcano: Mais um feitiço de uma mana que pode ser usado para ativar a Nami no turno 4, embora não seja o melhor para ser usado cedo na partida. O Roubo Arcano gera um feitiço extra que pode ser usado tanto com Nami e Shelly.

3x Zoe: A campeã que mais combina com a Nami, tanto sinergicamente quanto no conceito do deck, em questão de curva de mana. A Zoe é uma unidade elusiva que quer ser buffada, gera Constelário Maneiríssimo e se flipada torna sua Brilhoboleta uma unidade fortíssima espalhando elusivo e roubo de vida para as outras unidades.

3x Toque Conselheiro: É um feitiço muito versátil, pode ser usado para curar uma unidade ou o nexus, serve como cantrip, e compra outras cartas do seu deck, ajudando a achar uma Nami ou outros feitiços para ativá-la.

3x Cascata Lívida: Mesma função do Toque Conselheiro, apenas não consegue curar o nexus. Geralmente é usada reativamente, não proativamente.

2x Todos Alinhados: É um bom feitiço nesse deck pois além de custar 3 de mana no total para ser possivelmente usada no turno 3, serve como dois feitiços para Shelly, Zoe e Nami.

2x Chuva de Disparos: Um clássico de Águas de Sentina, a Chuva de Disparos encontra espaço na lista de Nami Zoe. Mesmo não sendo o melhor dos feitiços que o deck pode oferecer, apresenta boa sinergia com as engines do deck e com Todos Alinhados.

1x Escolha uma Carta: Escolha uma Carta é uma carta flex nesse deck, algumas listas não usam a carta e algumas listas usam duas. Optei por usar apenas um escolha uma carta pois resolve situações em que a sua mão está pesada ou estranha, além de ser um bom retomador de gás perto do final do jogo voltando uma magia eventualmente que não é interessante de ser usada no momento, ou uma magia gerada por um Bolheixe Ondulante (exemplos: Isca de Sangue, Rejeitar)

3x Brilhoboleta: A estrela do deck, juntamente à Nami. Elusivo e roubo de vida é tudo o que uma unidade que vai ser massivamente buffada precisa ter para segurar ou selar um jogo, além da sua sinergia óbvia com Presentes do Além.

3x Vigor Solar: É uma ótima opção de targon para proteger a Nami e a Brilhoboleta das interações do oponente. Não é uma defesa tão forte quanto o Elixir de Ferro por custar uma mana a mais, mas o buff é extremamente necessário para proteger as unidades chave do deck, que são poucas.

3x Encrenca em Dobro: É a carta mais esquisita do deck, mas faz sentido na mecânica de turbo Nami. Use-a no turno 3 após passar os turnos 1 e 2 para gastar sua mana de feitiço e poder bancar mana de unidade para o turno 4, fazendo com que sua Nami seja facilmente evoluída.

3x Nami: A peça chave do deck, compra mais importante e unidade que deve ser protegida a todo custo. Use-a com sabedoria, pois seu oponente tentará ao máximo matá-la assim que descer no campo.

1x Proteção Astral: A Proteção Astral faz parte dos espaços flexíveis do deck, eu optei por adicionar uma pois várias listas com remoções de Noxus vem sendo utilizadas (Bando Voraz, Terra Abrasada), e conseguir negar tais remoções é quase como um xeque-mate a essas listas, pois além de proteger o alvo, geralmente a Nami, você continua buffando suas condições de vitória elusivas.

3x Almirante Shelly: A Almirante Shelly atua como uma segunda Nami, ou como uma boa máquina de buffs caso você não compre a campeã. A sinergia clara da Shelly com o resto do deck garante a ela um lugar de destaque na lista.

3x Bolheixe Ondulante: Mesmo tendo sido nerfado, o Bolheixe Ondulante encontra espaço na lista por sua alta sinergia com a lista e a geração de magias, além de ser uma unidade elusiva que quer ser buffada pela Nami ou Shelly. Não somente isso, o Bolheixe pode gerar Presentes do Além e Roubo Arcano, magias ótimas que já estão na lista original.

1x Quietude: É uma carta boa e flexível de Targon, que ajuda a lidar com Sion e outras unidades do oponente que podem atrapalhar seu plano de jogo, ou às vezes para achar um letal silenciando um bloqueador elusivo do oponente.

Slots flexíveis:

Além da lista que eu trouxe hoje, o deck de Nami / Zoe é flexível com alguns slots de cartas. Os números de Todos Alinhados podem variar entre 2 e 3 cópias, Chuva de Disparos pode ser reduzida a uma cópia, Proteção Astral pode ser retirada completamente e Quietude pode ser aumentada a duas cópias. Algumas listas têm usado o Constelário Maneiríssimo como carta de deck principal, eu pessoalmente não vejo porque usar, mas fica a critério do piloto decidir a versão a ser usada, as linhas de jogo do deck são as mesmas sempre.

Como jogar os turnos iniciais

Existem várias linhas de jogar com o deck, e elas se baseiam em quais campeões você compra ou não e quais magias habilitadoras para a nami você compra. Para explicar de forma mais fácil, precisamos estabelecer o conceito de “floating”.

Floating é quando você intencionalmente converta a mana de unidade em mana de magia, mesmo que tenha algo para jogar com a mana de unidade.

Por exemplo, passar os turnos 1 e 2 é uma estratégia chamada “double float”.

Agora vamos a algumas linhas básicas de play que o deck de Nami / Zoe habilita, tanto atacando nos pares quanto nos ímpares.

Tendo Zoe e Nami na mão:

  1. Zoe 
  2. Ataque aberto, gerando um Constelário Maneiríssimo, seguido de um float
  3. Uso do Constelário Maneiríssimo, seguido de mais um float
  4. Ataque aberto, gerando mais um Constelário Maneiríssimo. Uso do Constelário Maneiríssimo, seguido da Nami.

Nesse momento, sua Nami estará em 6/7 e você terá 3 manas disponíveis, 1 mana de unidade e 2 manas de magia. Com 2 manas de magia para usar um possível vigor, a Nami passará de nível na entrada do turno 5, quando a mana de unidade virar mana de magia.

Atacando nos ímpares, a sequência é a mesma - O constelário deve ser usado nos turnos 3 e 4, a diferença é que os ataques da Zoe acontecem nos turnos 1 e 3.

Tendo apenas Nami na mão:

  1. Float
  2. Float
  3. Gasto de 3 manas de magia, geralmente com Todos Alinhados ou Encrenca em Dobro, seguido de float.
  4. Magia de 1 mana, geralmente um Presentes do Além buscando a Crescendum seguido de Nami.

Nesse momento, sua Nami terá avançado de nível e você terá 4 manas disponíveis, 1 mana de unidade e 3 manas de magia. Caso precise usar uma magia de 2 manas para ativar a Nami, lembre-se que terá apenas 3 manas. É importante guardar suas magias de proteção ou representar a mana para usá-las, caso seu oponente tenha no deck formas de remover a campeã.

Estas são as linhas de jogada propostas mais comuns do deck, e acontecem quando você tiver uma Nami na sua mão. Caso não tenha comprado a campeã, tente realizar o máximo de floats possíveis nos turnos iniciais mas lembre-se que comprá-la do deck não é uma certeza, então não se sinta mal caso precise usar sua mana de unidade cedo.

Mulligans / Mão Inicial

O mulligan do deck de Nami / Zoe é bem intuitivo para a maioria das pessoas - se não ver uma Nami ou uma Zoe, jogue tudo fora. Mas existem nuances e algumas camadas extra de pensamento na hora do mulligan. Tente planejar seus quatro primeiros turnos baseado nas cartas que o deck te dá.

Vamos a alguns exemplos:

Nami / Zoe - Mulligan 1

Ficamos apenas com Nami e Encrenca em Dobro nessa situação. Não precisamos de uma segunda Encrenca pois já temos a primeira na mão inicial, e não precisamos da Brilhoboleta tão cedo pois o deck usa Presentes do Além, então a probabilidade de encontrarmos outras é alta. Nesse caso, estamos procurando magias de proteção para a nami como Vigor e Cascata Lívida. Com esse mulligan, temos ideias de turnos iniciais destinados a um double float, seguido de Encrenca em Dobro e uma habilitação da Nami flipada no turno 4.


Nami / Zoe - Mulligan 2

Ficamos apenas com a Zoe nessa situação pois precisamos encontrar a Nami e outros habilitadores cedo. Com esse mulligan, temos nossas ideias de turnos iniciais destinados a Zoe e floats nos turnos 2 e 3, gastando a mana de feitiço nos turnos 3 e 4 com o Constelário Maneiríssimo que ela gera.


Exemplo de Mulligan - 3

Ficamos com Nami  e Presentes do Além nessa situação. Em comparação com a mão que abrimos de Brilhoboleta, os Presentes funcionam como um habilitador da nami no turno 4, e a Crescendum pode ser utilizada mais tarde - turnos 5 ou 6 - para tutorar a Brilhoboleta. Nossas ideias de turnos iniciais agora são double float, seguido de um gasto de 3 manas de feitiço com algo que comprarmos do deck, e a passagem de nível da Nami no turno 4.


Exemplo de Mulligan - 4

Considere um mulligan parecido com este apenas quando estiver contra decks mais lentos que não oferecem tanto perigo cedo na partida, como decks de Veigar ou A Árvore de Bandópolis. A Shelly pode ser uma condição de vitória secundária que funciona bem caso a Nami não dê as caras. Não fique com a Shelly na mão contra decks mais agressivos!


Exemplo de Mulligan - 5

Considere se é vantajoso ficar com Encrenca em Dobro nas mãos mesmo que a Nami  não apareça, principalmente se a matchup for baseada em você precisar da campeã para ganhar a partida. Lembre-se de jogar para as suas condições de vitória quando a situação demanda.


Exemplo de Mulligan - 6

Esta situação é um pouco mais específica e envolve planejamento e conhecimento da lista do adversário. Não tendo a Nami na mão inicial e sabendo que meu oponente está jogando de A Árvore de Bandópolis, que sua lista tem Foto da Galera e Graveto Pontudo e que estou atacando em turnos pares, opto por ficar com a Cascata Lívida e atrasar a Zoe em um turno, jogando ela apenas no turno 2. Caso o oponente tente atingí-la com uma das duas magias, a habilitação da cascata lívida será extremamente punitiva. Planejar suas linhas de jogada com antecedência e antecipar as do oponente buscando formas de puní-las é essencial para o sucesso no LoR.


Exemplo de Mulligan - 7

Por fim, sem dúvidas haverão mulligans “clássicos”: Se não estiver vendo uma Nami ou uma Zoe, jogue tudo fora.

Finalizando

Espero que tenham curtido esse primeiro artigo meu para a Runescola. É um prazer imenso poder começar a trabalhar com esse time que tem se dedicado muito à comunidade e prazer maior ainda poder fazer parte dessa história. Caso tenha algum feedback ou ideia de um próximo artigo, me mande uma DM no Discord (Yang#4481) ou Twitter que com certeza lerei e decidirei sobre o que escrever baseado no feedback dos leitores. Muito obrigado, e até a próxima!

Yangzera

4 thoughts on “Guia de Deck: Nami / Zoe (Combo Elusivo)

  • 11/09/2021 em 17:21
    Permalink

    Vai salvar o pai aqui!

  • 14/09/2021 em 12:05
    Permalink

    Tentei jogar com esse deck mas não funciona comigo, nunca compro Nami, e quando compro, tenho que entregá-la… Sad.

  • 16/09/2021 em 11:40
    Permalink

    SENSACIONAL ! obg el oconteudo !

Fechado para comentários.